Conselheiro é eleito para diretoria da ANM

A Academia Nacional de Medicina (ANM) elegeu a nova diretoria para o biênio 2024-2025. A eleição ocorreu no dia 30 de novembro e contou com expressiva participação. O pleito entrou para a história da instituição, pois indicou para a presidência da casa a primeira mulher, a acadêmica Eliete Bouskela. Na ocasião, o conselheiro do CREMERJ e acadêmico José Galvão-Alves foi eleito para ocupar a presidência da Secção de Medicina.

Além dos dois, compõem a diretoria os acadêmicos: Antônio Egídio Nardi (primeiro vice-presidente), Ronaldo Damião (segundo vice-presidente), Omar Lupi (secretário-geral), Monica Gadelha (primeira secretária), José Suassuna (segundo secretário), Henrique Murad (tesoureiro), Rossano Fiorelli (primeiro tesoureiro), Natalino Salgado (orador), Jayme de Marsillac (diretor da biblioteca), Miguel Riella (diretor do arquivo), Arno von Buettner Ristow (diretor do museu), José J. Camargo (presidente da Secção de Cirurgia) e Walter Zin (presidente da Secção de Ciências Aplicadas).

A posse da nova diretoria será realizada em 2024, contudo ainda não há data marcada.