CREMERJ repudia violência contra médico no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla e exige cumprimento de resolução que estabelece segurança pessoal nas unidades

O CREMERJ recebeu com indignação a notícia de que um médico foi assaltado no estacionamento do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte da capital. O fato ocorreu na noite de ontem, 20 de fevereiro.

Em junho do ano passado, o Conselho aprovou a Resolução nº 344/2023, que obriga que todas as unidades de saúde do estado do Rio de Janeiro forneçam segurança para garantir a integridade física dos médicos e demais profissionais que atuam nesses estabelecimentos. A norma, que vale para instituições públicas e privadas, já se encontra em vigor. Nesse sentido, o responsável técnico será notificado para prestar esclarecimentos.

O CREMERJ se solidariza com o médico que viveu momentos de terror e pede às autoridades que os agressores sejam devidamente responsabilizados por seus atos. O Conselho reitera a importância de registrar ocorrências dessa natureza tanto na Polícia Civil quanto no Portal da Defesa Médica do CREMERJ.